Arte em Alumínio!

|



Olá muito boa tarde!

Bem vindos mais uma vez ao nosso encontro semanal no Blog “Carroceiros” de Plantão para falarmos sobre carrocerias automotivas.

Nos últimos anos algumas montadoras tem se aventurado na busca de novos materiais para a construção de carrocerias automotivas; a idéia de substituir o aço pelo alumínio, levou as grandes siderúrgicas da Europa á pesquisas e desenvolvimentos de aços de alta resistência.
Ao longo dos anos a espessura das chapas utilizadas na fabricação de carrocerias, foram cada vez mais diminuindo e hoje no cenário mundial o que encontramos são carrocerias cada vez mais seguras e mais leves

Hoje aqui no Blog “Carroceiros” de Plantão, falaremos sobre o novo Jaguar XJ.

A carroceria do novo XJ pesa cerca de 150 kg menos que a carroceria do seu antecessor e é, de acordo com a montadora inglesa, 60% mais rígida do que a carroceria de qualquer veículo da mesma classe.
A construção do novo sedan de luxo emprega cerca de 88% de alumínio, complementado com aços de alta resistência e magnésio.

Em relação ao seu antecessor, o emprego de perfis extrudados de alumínio de alta resistência aumentou de 8 á 19% e é isso o que o diferencia do seu antecessor e lhe proporciona pelo menos, 11% á mais de rigidez torcional na carroceria.

Novas ligas de alumínio, com alta resistência tem propiciado aos projetistas de carroceria utilizarem o conceito novo de construção: várias camadas de ligas diferentes; essas novas ligas permitem reduções de até 10% na espessura das chapas e ao mesmo tempo, oferecem alta conformabilidade e alta resistência à corrosão.

No Sanduíche, as camadas exteriores são mais suaves e, portanto, mais fáceis de moldar, a camada média, no entanto, é resistente à torção. Desse modo é possível dobrar os painéis externos sem quebras prematuras.

Para os engenheiros da Jaguar, no futuro, a proporção de alumínio de alta resistência utilizado na construção de carrocerias tenderá a crescer e poderá ser visto como um substituto em potencial para o aço de alta resistência.

A Jaguar pretende ainda aumentar a proporção de alumínio reciclado de 40-50 % atuais para 75% e desta formareduzir a quantidade de CO2 gerado para produzí-lo.
As novidades não param por aí:

O Front End onde entre outras coisas são fixados os faróis e a grade é constituída por uma única peça de magnésio fundido. Com 4,6 kg, ele é 30% mais leve que o conjunto soldado de 13 peças do antigo XJ. A Jaguar também inovou utilizando algumas técnicas de união antes só utilizadas em modelos aeronáuticos: substituiu algumas soldas por rebites de aço combinados com adesivos de epóxi para garantir uma construção muito rígida. O antigo XJ tinha cerca de 354 peças individuais, sendo 295 peças estampadas de alumínio ou aço, 29 peças extrudadas, 15 peças fundidas e 15 anti ruídos. O novo modelo é de 313 peças, das quais 256 peças estampadas, 23 peças extrudadas, 17 peças fundidas sob alta pressão, e 17 anti ruídos.

Tudo isso faz com que o novo Jaguar XJ realmente possa ser chamado de Obra de Arte.
Feliz 2010! Vamos mudar!

Uma boa semana á todos e não deixem de curtir á vida ao lado daqueles que lhes fazem bem.

Um abraço!

O Especialista

carroceria.2008@gmail.com

Alguma sugestão ou crítica? Mande um E-mail para O Especialista. Está gostando das postagens? Então divulgue o Blog "Carroceiros" de Plantão para os seus amigos!
O Especialista está também no Twitter.


0 comentários:

Postar um comentário

Divida suas opiniões e duvidas conosco.

 

©2009 CARROCEIROS DE PLANTÃO | Template Blue by TNB