Longarinas

|

Olá! Muito bom dia.

Hoje O Especialista abre mais um Post pedindo desculpas aos amigos por não ter cumprido a promessa de postar todas as sextas-feiras. Acontece que as aulas na Faculdade reiniciaram e ainda não tive tempo hábil para colocar as minhas tarefas em dia, mas prometo que assim que possível (em breve espero eu), eu consiga todas as sextas colocar um tema novo e interessante.

Já falamos aqui no nosso blog sobre Métodos de Elementos Finitos, crashes laterais, tipos de carrocerias, utilização de Adesivos Estruturais e mais recentemente sobre Tailored Blank.

O Objetivo deste Blog nunca foi de exaltar o trabalho de Engenheiros e técnicos que atuam no desenvolvimento de Carrocerias mas de poder levar até ás pessoas que não pertencem ao meio e que gostam de carros, o quão minucioso é o trabalho de desenvolvimento de um veículo.

Claro que sobre a ótica da Engenharia de Carroceria.


Hoje vamos falar rapidamente sobre Longarinas.


Num veículo propriamente dito existem dois conjuntos de longarinas: as Longarinas dianteiras e as longarinas traseiras. Sendo um dos componentes que constitui a carroceria de um veículo, as longarinas de modo genérico são vigas de secção variável montadas longitudinalmente que servem de suporte ao motor, ás caixas de rodas e á todo o conjunto de suspensão.

Sob o ponto de vista estrutural, o papel da Longarina vai muito além do que servir de suporte; ela tem papel importante tanto na rigidez estrutural do veículo como também no comportamento deste no caso de um crash, pois será umas primeiras partes do veículo que absorverá a energia do impacto.

Em geral utilizam os perfis “U” e “C” para a construção das vigas e a escolha do perfil tem muito mais á haver com a preferência do construtor do que com o seu comportamento propriamente dito, ambos os perfis funcionam satisfatoriamente. De acordo com os objetivos de segurança impostos pelo projeto, o construtor implementa zonas de deformação programada que ajudarão no comportamento deste num crash.

Hoje com o advento do Tailored Blank é possível projetar longarinas com até três espessuras diferentes e com secções de deformação programadas que melhoram ainda mais o comportamento do carro.

Tecnicamente não há muito o que se explanar sobre as Longarinas, mas acredito ser importante conhecer um pouco sobre esta parte da carroceria, aposto que da próxima vez que você levar o seu carro na oficina, quando ele estiver no elevador você vai dar uma olhadinha nas longarinas.

E como literatura complementar, eu indico uma matéria publicada no site do CESVI que comenta sobre os trabalho de reparo em longarinas:

Uma boa leitura!

Aproveitem bem o seu final de semana com sua família e com quem lhe faz bem.

Um abraço!
O Especialista
Alguma sugestão ou crítica? Mande um Email para O Especialista. Está gostando das postagens? Então divulgue o "Carroceiros" de Plantão para os seus amigos!

4 comentários:

Tome Nota disse...

caso haja uma batida traseira e a longarina do carro é comprometida mesmo que se arrum pode comprometer o desempenho do automóvel?
flaviacoteco@hotmail.com

marcio gandula disse...

boa tarde! recentemente houve um sinistro com nosso carro,astra 2001,frente,e somente agora o mecanico nos comunicou que afetou a longarina,gostria de saber se eles arrumarem compromete o carro ,fica torto, desalinhado? qual problema que dá se nao for trocado.
. grato marcio

FOFFIS disse...

Boa noite pessoal, tenho um Audi A6 ano 98 que foi rebaixado e tomou uma pancada por baixo que resultou na quebra da tampa do carter e bomba de óleo. Fiz todo o serviço e troquei todos os braços da suspensão. acontece que agora quando arranco com o carro, a frente levanta e o carro fica instável como se estivesse navegando. teria as longarinas se danificado? Peço ajuda se puderem, Ricardo Kuchenbecker.

FOFFIS disse...

Meu Audi foi vendido, o cara rebaixou, o cheque dele voltou e ainda consegui pegar o carro conforme comentário acima.

Postar um comentário

Divida suas opiniões e duvidas conosco.

 

©2009 CARROCEIROS DE PLANTÃO | Template Blue by TNB