Através de espelhos

|

Olá muito boa noite!

Bem vindos mais uma vez ao nosso encontro semanal no Blog “Carroceiros” de Plantão.



Hoje falaremos sobre Espelhos Retrovisores.


Diz-se que a primeira referência sobre o espelho retrovisor foi feito no livro “A mulher e o carro” de Dorothy Levitt, em 1906, que aconselhava ás mulheres que estavam se aventurando na direção de um carro á levar um espelho, á fim de ver o que se passava na parte traseira do veículo durante a condução no trânsito.

O mais antigo e conhecido espelho retrovisor foi montado num veículo que participou da corrida inaugural Indianápolis 500 em 1911.

Elmer Berger, geralmente é quem leva o crédito por inventar o espelho retrovisor, mas na realidade ele foi o primeiro á desenvolvê-lo para incorporá-lo á produção de automóveis em série.

Os espelhos retrovisores em geral não são vistos como peças de carroceria, já que atualmente boa parte das montadoras fabricam o mesmo em plástico, mas em alguma parte do passado eles eram feitos de metais com dimensões menores.

A sua principal função é de auxiliar o motorista quando na realização de manobras para estacionar o veículo ou ultrapassagens em ruas e estradas aumentando o campo de visão da parte lateral e traseira do veículo, evitando assim que sempre seja necessário olhar para trás.

No entanto o bom funcionamento dos espelhos retrovisores está ligado á rigidez da carroceria.

Se você tem um carro popular vai perceber essa relação na prática quando, por exemplo, passar por uma rua de paralelepípedos extensa á uma velocidade alta, normalmente os retrovisores vibram á ponto de ser quase impossível enxergar alguma coisa através deles, já com um carro dispondo de uma carroceria bem estruturada, essa vibração dos retrovisores vai ser imperceptível.

Mas se na sua cidade não existem ruas de paralelepípedos, peça para aquele seu colega que tem aquela caixa de som Monstro no porta-malas no carro, estacionar ao lado do seu e tocar aquele funk que ele adora... os retrovisores vão pular do mesmo jeito.

No geral o desenvolvimento dos espelhos interno e externos depende de vários fatores ligados também ao desenvolvimento carroceria, por exemplo, a posição deles na carroceria é definida em função do Ponto H.

Para a homologação dos espelhos retrovisores, cada país tem a sua legislação, uma mais complexa que a outra exigindo testes dinâmicos, durabilidade, intemperismo entre outros.


Um bom fim de semana á todos e não deixem de curtir á vida ao lado daqueles que lhes fazem bem.


Um abraço!

O Especialista

carroceria.2008@gmail.com

Alguma sugestão ou crítica? Mande um E-mail para O Especialista. Está gostando das postagens? Então divulgue o Blog "Carroceiros" de Plantão para os seus amigos!
O Especialista está também no Facebook e no Twitter.

0 comentários:

Postar um comentário

Divida suas opiniões e duvidas conosco.

 

©2009 CARROCEIROS DE PLANTÃO | Template Blue by TNB