Construindo modelos em Clay

|


Olá muito boa tarde!
Bem vindos mais uma vez ao nosso encontro semanal no Blog “Carroceiros” de Plantão para falarmos sobre carrocerias automotivas.
Eu já estava com a minha postagem da semana pronta, quando quase por acidente meu filho de nove meses brincando no teclado, abriu o email do blog e fez o download das mensagens da semana...esse menino vai ser um gênio da informática...te cuida Bill!
Hoje aqui no Blog “Carroceiros” de Plantão, falaremos sobre Construções de Modelos. O que me motivou a postergar a postagem pronta e fazer uma nova foi o email do nosso colega Luciano que segue abaixo:
...
Acabei, por acaso, encontrando o seu Blog e achei muito legal os posts e as matérias ali abordadas! Eu não sou Designer (sou Engenheiro Civil), mas sempre curti muito o assunto ligado à construção de carrocerias.
Especificamente,me interessou muito o post "Ajuda ao meu Projeto", pois lembro que você sugeriu a quem estava te consultando, considerar como alternativa do projeto citado - uma reestilização do Opala em fibra de vidro - isso desenvolvido com uso das modernas ferramentas de modelagem que podemos ver no Blog do irmão do Décio.
A minha dúvida é: Uma vez concluída a modelagem (no 3D Studio-Max?), como o amador poderia começar a construir a carroceria em tamanho natural e chegar a um resultado bem próximo ao apresentado na imagem modelada?
...
Bom muitas vezes o amador por assim dizer, vai recorrer á um amigo funileiro ou alguém que tenha um pouco de conhecimento na construção de protótipos.

Se o projeto parte de um carro que já existe como base, há uma boa chance de sair um trabalho, é o que acontece basicamente com o pessoal que faz aqueles pára-choques diferenciados, Protetores de Soleira e Aerofólios personalizados, mas quando se trata de um carro inteiro, é necessário estudar cada passo minuciosamente.

Uma vez tentei fazer uma carenagem para uma moto, utilizando madeira compensada, papelão, isopor, pregos, fita adesida e massa de funileiro, ficou até que bom mas poderia ter ficado melhor ainda não fosse a minha pressa em ver os resultados.

Por isso é preciso muita PACIÊNCIA!!! Quanto mais você tiver, melhor será a qualidade do seu trabalho.
Eu diria que partir diretamente para fazer o modelo em escala 1:1 sem conhecer as técnicas de modelagem em Clay seria suicídio, muito provavelmente haveria gasto de material, mão-de-obra, dinheiro e tempo, por isso eu surgiro que em paralelo á modelagem eletrônica do carro, faça-se um curso de modelagem em Clay e antes de se aventurar á fazer o modelo em 1:1 que o faça numa escala menor, talvez 1:4 ou 1:5 para a pessoa sentir as dificuldades do trabalho.

Tomei a liberdade de fazer uma pesquisa sobre o assunto e encontrei algumas coisas interessantes:
http://www.google.com.br/search?hl=pt-BR&source=hp&q=clay+modelar&btnG=Pesquisa+Google&meta=&rlz=1R2GGLL_en&aq=f&oq=

http://www.google.com.br/search?hl=pt-BR&source=hp&q=clay+modelar&btnG=Pesquisa+Google&meta=&rlz=1R2GGLL_en&aq=f&oq=


Abaixo alguns vídeos que encontrei no Youtube relacionados ao assunto:















Feliz 2010! Vamos mudar!
Uma boa semana á todos e não deixem de curtir á vida ao lado daqueles que lhes fazem bem.
Um abraço!
Alguma sugestão ou crítica? Mande um E-mail para O Especialista. Está gostando das postagens? Então divulgue o Blog "Carroceiros" de Plantão para os seus amigos! O Especialista está também no Twitter.

 

©2009 CARROCEIROS DE PLANTÃO | Template Blue by TNB