Latin-NCap

|

Olá muito boa noite.


Obrigado mais uma vez por visitarem o Blog “Carrocerios” de Plantão, para falarmos sobre Carrocerias Automotivas.

Depois de três meses de ausência, sinto-me bastante motivado para recomeçar as postagens, mas confesso que estou um pouco hesitante também.

Muita coisa se passou nestes três meses, algumas positivas, outras nem tanto.

Um acontecimento positivo, foi o lançamento da Latin-NCap e a divulgação de resultados de crash test de nove veículos populares fabricados e que deu muito bochicho por aí.

Foram tantos burburinhos que até recebi alguns e-mails neste período tendo como tema o Latin-NCap; alguns comentando a novidade, outros criticando, mas o e-mail que mais me chamou a atenção foi um enviado por um colega que atualmente mora na cidade de Montevideo, questionando-me se o Latin-NCap era digno de ser levado á sério ou não?
Minha resposta:

Sim!!!

A América Latina é um mercado automobilístico em franco crescimento e é também onde estão localizados os centros de desenvolvimento e produção de veículos para mercados emergentes das principais montadoras.

É infelizmente também um dos lugares do mundo onde se registra altos níveis de mortes em acidentes rodoviários.

O Latin-NCap é o primeiro programa independente estabelecido numa das regiões mais promissoras para o automóvel e representa um passo histórico na disponibilidade de informação do consumidor sobre crash tests.

Contudo só informação disponibilizada não vai fazer muita diferença, principalmente num país como o Brasil onde temos uma frota com idade média de 12 anos e historicamente a grande maioria dos condutores de veículos e as autoridades estão pouco preocupadas com a segurança no trânsito.

Aliás uma boa tese de doutorado seria montar uma correlação entre a educação do motorista brasileiro e a idade do seu veículo.

Está claro que quanto mais velho e descuidado for o carro, mais desleixado é o motorista mas é claro na outra ponta, também existem exceções, do tipo garotos na faixa de 18 á 26 anos dirigindo Ferraris, Porsches, Audis, Mercedes ou BMWs que são tão perigosos quanto alguém dirigindo um DKW com os quatro pneus lisos.

O Latin-NCap tem alguns desafios pela frente: ser mais interessante quanto as páginas de Orkut e noticiários de futebol e novelas e tornar-se uma referência para aqueles que procuram um carro seguro, uma tarefa difícil num pais onde um airbag é considerado acessório...

Porém há um desafio ainda maior para o Brasil e seus governantes: renovar a frota por carros seguros e mais baratos, tonar a malha rodoviária segura para automóveis, ônibus e caminhões, educar os condutores e promulgar um novo Código Nacional de Trânsito com leis mais abrangentes e severas.

E depois de você ler tudo isso, talvez você agora esteja se perguntando o que isso tem á ver com carroceria?

Tem tudo á haver: carros mais seguros implica em novas tecnologias, novos tipos de aços, novos conceitos de construções... coisas que discutiremos ao longo desse novo ano que se inicia.

Feliz Ano Novo á todos e bom retorno ao Blog!

Uma boa semana á todos e não deixem de curtir á vida ao lado daqueles que lhes fazem bem.

Um abraço!

O Especialista

Alguma sugestão ou crítica? Mande um E-mail para O Especialista. Está gostando das postagens? Então divulgue o Blog "Carroceiros" de Plantão para os seus amigos!
O Especialista está também no Twitter.


1 Comentário:

Anônimo disse...

Concordo com você quando diz que existem motoristas suicidas com carros velhos e carros novos.
Também acho que o LATIN NCAP é bem vindo mas que vai demorar um pouco para entrar na cultura do brasileiro que quer levar vantagem em tudo, certo?
Particularmente eu acho que o governo deveria tirar de circulação todos os carros, eu disse todos, com mais de cinco anos de uso e dar um carro zero quem sabe assim as pessoas não dirigiriam mais seguras.

Postar um comentário

Divida suas opiniões e duvidas conosco.

 

©2009 CARROCEIROS DE PLANTÃO | Template Blue by TNB