Com quantas colunas se faz um carro?

|




Olá boa noite.
Hoje O Especialista inaugura a sua postagem semanal com a inclusão de seu novo grafismo.
Os colegas que o conhecem pessoalmente, irão lembrar de uma série de rascunhos que vez ou outra ele fazia que lembra muito bem o grafismo.
Coube ao colega Glauber dar os últimos retoques no grafismo para dar ares de profissionalismo. Então se alguém gostaria de ter um grafismo próprio para o seu blog, mande um email para o Glauber ( fizpublicidade@hotmail.com ) e troque uma idéia com ele.


Iniciamos a postagem de hoje com a pergunta: Com quantas colunas se faz um carro?
Depende.
Uma SUV se faz com quatro colunas, mas tecnicamente falando não há limites para o número de colunas num veículo.
Não é raro encontrar no mundo da construção de carrocerias, engenheiros e técnicos falando sobre as Colunas. Muita gente já perdeu cabelo e sono para projetar colunas que se adeqüem bem aos projetos de veículos.

As colunas são peças que conectam as laterais e o teto com o assoalho do carro. Em geral as colunas são nomeadas da parte dianteira para traseira com letras.

Então a coluna situada logo á frente da Porta dianteira que faz a conexão entre o teto do veículo e o painel de assoalho dianteiro é chamada de Coluna A; a imediatamente seguinte, situada logo após a porta é a coluna B.
A Coluna B faz a conexão entre o assoalho e o teto do veículo na região situada logo após a porta dianteira, em geral é projetada para receber boa parte da energia quando num impacto lateral, de estabilizar o espaço interno do passageiro no veículo não permitindo uma grande deformação vertical do mesmo.
Sendo assim é importante que as mesmas na sua forma construtiva garantam a absolvição das forças num crash lateral, de modo que os passageiros do veículo permaneçam intactos. Motivo pelo qual a maior parte das montadoras utilizam materiais de alta resistência mecânica para a estampagem destas peças.

Alguns veículos são anunciados como desprovidos de coluna B mas na verdade a mesma existe e está incorporada ás portas ( veja foto)




Os Cabriolets têm uma coluna B particularmente reforçada. (Vide figura)



Nos carros mais modernos, pode ser integrado nas colunas airbags de cabeça ou laterais com o intuito de proteger o ocupantes do carro.

O Especialista
www.carroceria.blogspot.com
Alguma sugestão ou crítica? Mande um Email para O Especialista. Está gostando das postagens? Então divulgue o "Carroceiros" de Plantão para os seus amigos!

4 comentários:

Glauco Almeida disse...

Bom dia Especialista.
Uma dúvida sempre povoou minha cabeça. Tendo a mesma plataforma como base, existe diferenças de resistência entre os tipos de carroceria? Ha diferenças entre uma versão perua, sedã, hatch ou pick-up que usam a mesma plataforma?

O Especialista disse...

Bom dia Glauco.
Existem certas caracteristicas que podem variar sim de modelo para modelo mesmo utilizando a mesma plataforma.
Por exemplo um Hatch pode ter um comportamento num crash traseiro diferente do corportamento que teria o sedan, a perua ou mesmo a versão pick-up.
No caso conta muito a concepção do projeto, secção das longarinas e etc..
Há construtores que quando fazem o modelo sedan de um hatch já existente eles apenas colocam um complemento de longarina traseiro, é o caso do Prisma e se não me engano do Clio Sedan.
Outros optam por construir uma nova longarina traseira mais comprida o que economicamente falando não é muito vantajoso.
É claro que a gente também não pode esquecer do que vai em cima da Plataforma também contribui para avaliarmos o comportamento desta.
Pela minha experiência, normalmente quando se faz vários carros em cima de uma mesma plataforma o que se tem é o seguinte:
Comportamento da parte dianteira para modelos Hatch, Sedan e SW é o mesmo, pode acontecer da necessidade de se colocar um cordão de solda á mais aqui ou ali mas como se trata de uma parte comum vai para todos.
No que diz respeito á parte traseira, como já havia dito, pela concepção, ás vezes há necessidade de incluir alguns reforços no Sedan e no SW ou aumentar a espessura e a resistência dos complementos das longarinas.
Nas Pick-ups normalmente como a longarina traseira já tem uma secção mais " encorpada" e aquela região é provida de muitas travessas o comportamento da traseira é bem diferente mas pode acontecer de haver necessidade de incluir alguns reforços na parte dianteira pois como o habitáculo é menor o comportamento deste também é outro.
Falamos no caso em comportamento no crash.
Considerando torção de carroceria cada um vai ter a sua particularidade.
O Hatch tem um comportamento, o sedan em geral tem um corportamento melhor em função do Porta-chapéu ( aquela chapa que liga uma lateral á outra situada imediantamente atrás do banco traseiro), a SW fatalmente tem de colocar mais reforços por causa do formato da traseira ( normalmente reforça-se as colunas C e D) e a Pick-Up um outro ainda diferente.

Um abraço

O Especialista
www.carroceria.blogspot.com

André Fagundes disse...

Já pensou como seria bom se, na hora de retirar o carro da oficina, você estivesse acompanhado por um Especialista em Reparação Automotiva que realize o controle de qualidade do reparo?
Expressando de forma direta: Apoiamos tecnicamente os proprietários que tiveram veículos batidos, fornecendo laudos que atestam que o veículo é Perda Total, contrariando o interesse das oficinas e seguradoras que querem “consertar” ou "já consertaram" os veículos.
A CONFIAR Consultoria Técnica Automotiva faz este trabalho para você!
Consulte-nos para informações sobre preços e condições.
Saiba mais em www.bateuduvida.com.br

Marluci Aparecida Ferreira disse...

Quero colocar um motor beeem mais pesado em um marea, (a diesel) oq que eu devo reforçar para ele receber o novo motor?

Postar um comentário

Divida suas opiniões e duvidas conosco.

 

©2009 CARROCEIROS DE PLANTÃO | Template Blue by TNB